as iniciativas «Do Cristo Rei ao Cristo Redentor» e «Rio in Douro» dirigem-se aos mais novos e vão decorrer em Portugal, para os jovens que não podem participar na JMJ, no Rio de Janeiro
as iniciativas «Do Cristo Rei ao Cristo Redentor» e «Rio in Douro» dirigem-se aos mais novos e vão decorrer em Portugal, para os jovens que não podem participar na JMJ, no Rio de JaneiroPara todos os jovens que gostariam de participar na Jornada Mundial da Juventude (JMJ), mas que não têm essa possibilidade, vai decorrer a iniciativa Do Cristo Rei ao Cristo Redentor, no próximo sábado, 27 de julho, a partir das 10h00. as atividades agendadas para este dia vão decorrer entre o Santuário do Cristo Rei, em almada, e a praia da Costa da Caparica, estando prevista uma ligação em direto com a vigília da JMJ.
a iniciativa é promovida pelo Serviço Diocesano da Pastoral Juvenil de Setúbal. O dia da vigília com o Papa é muito emotivo, de muita alegria, de oração e comunhão entre os jovens cristãos, por isso, o propósito da pastoral juvenil foi unir os jovens da diocese nesta grande atividade, explicou Inês Castro, da equipa de pastoral juvenil, em declarações à agência Ecclesia.
ao longo do dia, os jovens vão ter a oportunidade para realizar um peddy-paper e participar em várias atividades, que vão decorrer na praia. Numa altura de férias, a pastoral juvenil da diocese de Setúbal considera que este dia é um desafio para todos os intervenientes. O que fizemos foi tentar aproximar este evento da realidade que os jovens gostam, por isso escolhemos a praia para os desafiar a participarem e dar-lhes outras perspetivas e oportunidades, disse Inês Castro.
Temos de chamar os jovens e dizer que este não é um caminho de aborrecimento, mas sim uma opção alegre, assinala a responsável. Destes encontros pode surgir um maior compromisso entre os jovens e a Igreja, a começar pelas paróquias, grupos de jovens ou movimentos mas, também podem originar-se novas vocações sacerdotais, religiosas [ou] missionárias, destacou Inês Castro. Também a pensar nas dificuldades económicas que impedem muitos jovens de estar no Rio de Janeiro com o Papa Francisco, a diocese do Porto levará a cabo a iniciativa Rio in Douro, nos dias 27 e 28 de julho, em Canidelo (Vila Nova de Gaia). São esperados 2500 participantes, um número que para a organização é um sinal claro de que o espírito que inspira e suporta a vivência de uma jornada, se mantém mesmo com as dificuldades e com a distância, afirmou Luís Leal, da pastoral juvenil do Porto. Entre sábado e domingo, os jovens vão poder realizar uma caminhada, participar em workshops, numa vigília, numa celebração eucarística e também em catequeses. além disso, terão a oportunidade para visitar uma feira com vários organismos e entidades ligadas à pastoral juvenil e assistir a um concerto. as atividades vão decorrer com alguma forma de sintonia e ligação com o Rio de Janeiro.