Nove bispos portugueses vão «participar de forma ativa» na Jornada Mundial da Juventude (JMJ), através da animação de catequeses, uma das atividades «mais frequentadas» pelos jovens
Nove bispos portugueses vão «participar de forma ativa» na Jornada Mundial da Juventude (JMJ), através da animação de catequeses, uma das atividades «mais frequentadas» pelos jovensIlídio Leandro, bispo de Viseu, antonino Dias, de Portalegre-Castelo Branco, José Cordeiro, de Bragança-Miranda, antónio Vitalino, de Beja, Virgílio antunes, de Coimbra, Manuel Felício, da Guarda, Jorge Ortiga, arcebispo de Braga, e os bispos auxiliares de Lisboa, Nuno Brás e Joaquim Mendes, vão estar presentes na Jornada Mundial da Juventude (JMJ), sendo que oito deles vão estar a dinamizar as catequeses. Desta forma, os prelados portugueses vão participar de forma ativa no evento mundial que irá decorrer no Rio de Janeiro, não sendo meros peregrinos, mas testemunhos de fé com a animação de duas catequeses, realça o Departamento Nacional da Pastoral Juvenil (DNPJ), num comunicado enviado à Fátima Missionária. No mesmo documento, o DNPJ destaca que as catequeses assumiram um lugar central no programa da JMJ e são das atividades mais frequentadas pelos participantes. Estas catequeses ajudam os jovens a não ficar na superfície do evento. O tempo de catequese oferece-lhes a ocasião de escutar uma palavra de fé, na própria língua, convidando-os a entrar numa relação pessoal com Cristo, em comunhão com outros, explica o DNPJ. Durante os vários dias do evento, as catequeses vão reunir os jovens por língua, e o número de participantes será normalmente entre 500 e 2. 000, com algumas sedes a atingir os 5. 000, dependendo da capacidade dos espaços.