O concelho de Mirandela vai ter um banco de voluntariado para preparar e chamar mais pessoas para as causas sociais
O concelho de Mirandela vai ter um banco de voluntariado para preparar e chamar mais pessoas para as causas sociaisNuma época em que aumentam as solicitações devido à crise, o concelho de Mirandela, no distrito de Bragança, vai criar um banco de voluntariado para preparar e conquistar cidadãos interessados em apostar em causas sociais. através desta iniciativa, antónio Branco, presidente da câmara municipal, pretende conseguir chamar mais pessoas, aproximando os cidadãos em torno de causas comuns, solidárias e integradoras do indivíduo na vida coletiva.
O projeto resulta de uma parceria entre a autarquia e o Conselho Nacional para a Promoção do Voluntariado, e irá permitir dar formação a um grupo inicial de 21 voluntários, que integrarão o Banco local de voluntariado. Em declarações à agência Lusa, o autarca explicou que esta parceria vai proporcionar outras condições aos voluntários que, além da preparação, vão passar a estar registados no Banco Nacional, com outras condições para exercerem a função, como a garantia de seguros.
a Câmara Municipal de Mirandela, que tem em vigor um Plano de Emergência Social para minimizar os efeitos da crise, já aprovou os planos para ação social para os próximos três anos, em que 40 parceiros se comprometem a trabalhar em conjunto para corrigir e prevenir a pobreza e exclusão social.