Suspeito de corrupção, um ministro queniano está impedido de viajar para a Grão Bretanha.
Suspeito de corrupção, um ministro queniano está impedido de viajar para a Grão Bretanha. O governo britânico proibiu um ministro queniano de entrar no seu território. O alto-comissariado britânico em Nairobi avisou as linhas aéreas que não devem transportar o ministro dos transportes Chris Murungaru para ou através da Grão Bretanha.
O governo britânico ameaçara impedir a entrada em seu território a ministros quenianos implicados em casos de corrupção. Chris Murungaru perdeu, recentmeente, a poderosa pasta da segurança nacional, por alegados casos de corrupção.
até ao momento o ministro não comentou a proibição britânica e a retirada do visto que lhe foram impostas. Por seu lado, o governo queniano procura explicações para a decisão de impedir a entrada na Grã-bretanha a um dos mais importantes políticos do país.
O alto-comissariado não ofereceu ulteriores explicações, tendo um oficial afirmado o direito dos britânicos de recusar a entrada no país a indivíduos “condenados ou que se julga estarem implicados em sérios crimes, incluindo a corrupção”.
Os jornalistas britânicos creditados em Nairobi advertem para o facto que esta decisão possa ter sérias repercussões diplomáticas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *