No Dia Contra o abuso de Drogas, a Cáritas Diocesana de Coimbra vai utilizar o futebol para sensibilizar a população para o problema da toxicodependência. a nível mundial, as Nações Unidas indicam que o consumo de droga não está a aumentar
No Dia Contra o abuso de Drogas, a Cáritas Diocesana de Coimbra vai utilizar o futebol para sensibilizar a população para o problema da toxicodependência. a nível mundial, as Nações Unidas indicam que o consumo de droga não está a aumentarO Dia Internacional Contra o abuso de Drogas e Tráfico de Ilícitos é assinalado esta quarta-feira, 26 de junho. Para marcar a data, a Cáritas Diocesana de Coimbra vai realizar um torneio de futebol entre utentes das respostas sociais na área da toxicodependência e colaboradores, no Estádio Universitário, das 16h00 às 19h00. Em comunicado, a organização explica que a iniciativa será uma ocasião para promover o convívio, o desporto e atitudes saudáveis em detrimento de comportamentos de consumo de drogas.

O relatório mundial sobre drogas da Organização das Nações Unidas (ONU), hoje divulgado, indica que o consumo de droga à escala planetária está estável, estimando-se que 14 milhões de pessoas se injetem com drogas em todo o globo, das quais 1,6 milhões estão infetadas com HIV. No ano de 2011, o número de mortes associadas à toxicodependência foi calculado em 211. 000, sendo que a maioria dos óbitos aconteceu na população mais jovem e, de acordo com o resumo do relatório a que a agência Lusa teve acesso, poderia ter sido evitada.
O documento refere ainda ser preciso estabelecer um sistema de alerta imediato sobre substâncias emergentes e que seja prestado apoio a um fenómeno complexo e em evolução, partilhando experiências e respostas regionais antes de estudar uma resposta mundial ao problema. Instituído pela ONU a 7 de dezembro de 1987, o Dia Internacional Contra o abuso de Drogas e Tráfico de Ilícitos é uma ocasião para sensibilizar e convidar a comunidade a refletir e a envolver-se cada vez mais em processos e percursos que conduzam a uma sociedade responsável e livre de drogas.