Um apelo urgente para enfrentar a crise alimentar e nutricional em curso nesta região na África Ocidental, foi lançado pelas Nações Unidas. Há perto de 11,4 milhões de pessoas em situação de insegurança alimentar
Um apelo urgente para enfrentar a crise alimentar e nutricional em curso nesta região na África Ocidental, foi lançado pelas Nações Unidas. Há perto de 11,4 milhões de pessoas em situação de insegurança alimentar as crises na região estão a tornar-se mais frequentes e cada vez mais próximas.como resultado, as pessoas estão a ter cada vez mais dificuldades em entrar de novo no caminho certo, antes que se inicie [uma nova crise], sublinhou Robert Piper, coordenador humanitário regional das Nações Unidas no Sahel. a região do Sahel atravessa o Burkina Faso, Camarões, Chade, Gâmbia, Mali, Mauritânia, Níger, Nigéria e Senegal. Já este ano, a comunidade humanitária fez um apelo de 1,7 mil milhões de dólares (1,28 mil milhões de euros) para ajudar os 11,4 milhões de necessitados na região, que ainda recupera da crise que afetou cerca de 18 milhões de pessoas em 2012. O apelo deste ano é para financiar apenas 36 por cento do necessário. Robert Piper notou que muitas coisas correram bem em 2012: os doadores responderam rapidamente, os governos da região reconheceram o problema logo de início, o sistema das Nações Unidas foi mobilizado e o Fundo Central de Resposta de Emergência da ONU realmente mostrou o seu peso em ouro, ao atuar como um mecanismo de financiamento rápido.