No primeiro trimestre deste ano a economia portuguesa acabou com mais de 100 mil postos de trabalho, fazendo com que o í­ndice do emprego caí­sse para o nível mais baixo desde que há registo
No primeiro trimestre deste ano a economia portuguesa acabou com mais de 100 mil postos de trabalho, fazendo com que o í­ndice do emprego caí­sse para o nível mais baixo desde que há registo O Instituto Nacional de Estatística (INE) revelou esta quarta-feira, 5 de junho, que a economia portuguesa destruiu mais de 100 mil empregos nos primeiros três meses de 2013. ao cair 5,2 por cento, o índice do emprego em Portugal atingiu o valor mais baixo desde que há registo, ou seja, desde o primeiro trimestre de 1995. No mesmo documento, citado pela agência Lusa, o INE reviu em baixa o crescimento económico em janeiro, fevereiro e março, estimando uma queda de quatro por cento face ao primeiro trimestre de 2012, e de 0,4 por cento, comparativamente com os últimos três meses do ano passado.