a Festa da Fé atraiu milhares de pessoas ao longo de três dias, em Leiria. O evento foi marcado por momentos musicais e poéticos, jogos e atividades culturais
a Festa da Fé atraiu milhares de pessoas ao longo de três dias, em Leiria. O evento foi marcado por momentos musicais e poéticos, jogos e atividades culturaisDurante três dias, a Festa da Fé proporcionou aos fiéis da diocese de Leiria-Fátima momentos dedicados à música e à poesia, atividades culturais, exposições e jogos. a iniciativa, que encerrou domingo, 2 de junho, com uma missa ao ar livre, juntou milhares de pessoas em vários espaços da cidade de Leiria. Depois de na sexta-feira a inauguração do evento ter ficado marcada pela apresentação do novo jornal da diocese, o semanário Presente, o sábado foi marcado por ações alusivas ao Dia Mundial da Criança. Cerca de quatro mil menores, ligados aos escuteiros, às escolas e à catequese, juntaram-se no centro da cidade, e juntos participaram em várias atividades. No domingo, a Festa da Fé teve como ponto principal a celebração da solenidade do Corpo de Deus. O evento contribuiu para mostrar as potencialidades da religião e da espiritualidade, que traz vida, coragem e esperança às pessoas, ao mesmo tempo que potencia os espaços de encontro, disse antónio Marto, bispo de Leiria-Fátima. Uma cidade precisa de criar laços. É a chamada cultura do encontro, com todos, na diversidade dos seus temperamentos, da sua cultura, da sua religião, porque sem estes laços, nem as famílias nem os povos crescem nem se cria um ambiente de paz, afirmou o prelado, citado pela agência Ecclesia. De acordo com o bispo de Leiria-Fátima, o objetivo da iniciativa, inserida no ano da Fé, foi dar visibilidade à alegria de crer e avivar o entusiasmo de testemunhar e comunicar a mensagem de Cristo no meio da sociedade.