a lógica da economia e do lucro está a «esmagar» as famílias portuguesas e europeias, afirma Ilí­dio Leandro, bispo de Viseu. Para o prelado, ações solidárias sem «iniciativas de intervenção na área Política e económica» não são eficazes
a lógica da economia e do lucro está a «esmagar» as famílias portuguesas e europeias, afirma Ilí­dio Leandro, bispo de Viseu. Para o prelado, ações solidárias sem «iniciativas de intervenção na área Política e económica» não são eficazes a crise económica e financeira vivida pela população portuguesa e europeia preocupa Ilídio Leandro, bispo de Viseu. Vemos com preocupação o evoluir da situação, em Portugal e na Europa, onde os países considerados ricos se revelam fragilizados, referiu o prelado, acrescentando que o interesse das pessoas está a ser posto em causa.

O respeito pela vida e dignidade da pessoa humana está relativizado: há interesses que se sobrepõem ao interesse da pessoa humana, que é esmagada pela lógica da economia e do lucro, afirmou, citado pelos serviços de comunicação diocesanos.
Para Ilídio Leandro,a solidariedade é uma ação ineficaz, caso não seja acompanhada de iniciativas de intervenção na área política e económica, que não sejam medidas frias de cortes e mais cortes, à procura de coeficientes que satisfaçam poderes e lideranças estranhas aos interesses do país.
a situação da nossa sociedade aponta para uma escalada que não se sabe onde parará, afetando negativamente as famílias, tantas com os dois elementos do casal desempregados e sem subsídio, ou com ele progressivamente diminuído, lamentou. Contudo, o bispo de Viseu assumiu continuar esperançoso em relação ao futuro: quero acreditar no sucesso dos líderes que lutam, e são muitos, tanto na economia, como na produção e na política, buscando uma mudança positiva.