a Cruz Vermelha Portuguesa vai ser galardoada com a Medalha de Ouro da Cruz Vermelha Espanhola, durante uma cerimónia presidida pela Rainha Sofia de Espanha, a decorrer em Málaga
a Cruz Vermelha Portuguesa vai ser galardoada com a Medalha de Ouro da Cruz Vermelha Espanhola, durante uma cerimónia presidida pela Rainha Sofia de Espanha, a decorrer em MálagaO Dia Mundial da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho é assinalado esta quarta-feira, 8 de maio. Este ano, as 187 sociedades nacionais e os cerca de 13 milhões de voluntários celebram também os seus 150 anos de ação humanitária. No âmbito destas comemorações, a Cruz Vermelha Portuguesa (CVP) é galardoada com a Medalha de Ouro da Cruz Vermelha Espanhola, numa cerimónia, em Málaga, presidida pela Rainha Sofia de Espanha.

Nos 150 anos que decorreram desde a fundação desta organização, a natureza das guerras e outras crises evoluiu, criando novos desafios para o serviço humanitário, disse Luís Barbosa, presidente da CVP, em declarações aos serviços de comunicação da organização. O Movimento Internacional da Cruz Vermelha e Crescente Vermelho constrói a sua história, adaptando a sua resposta humanitária com a única ambição de servir os mais vulneráveis, acrescentou. Face à crise económica e social que vivemos em Portugal, as carências humanitárias são muitas e atingem diversos grupos. Neste cenário, a Cruz Vermelha Portuguesa tem vindo a procurar encontrar novos caminhos de esperança e oportunidades, afirmou o responsável.