Para sensibilizar e consciencializar os cidadãos para a defesa e promoção dos direitos humanos, Braga propõe aos portugueses várias atividades que incidem sobre esta temática
Para sensibilizar e consciencializar os cidadãos para a defesa e promoção dos direitos humanos, Braga propõe aos portugueses várias atividades que incidem sobre esta temática a Semana da Europa está prestes a iniciar em Braga com um programa que prevê um conjunto de atividades que vão incidir sobre a defesa e promoção dos direitos humanos. a iniciativa arranca esta quinta-feira, 9 de maio, Dia da Europa, com a quarta Marcha pelos direitos humanos. Os cidadãos vão ter a oportunidade de ver uma exposição sobre os direitos humanos e a União Europeia, ao longo da primeira quinzena de maio, que terá lugar na Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva (BLCS). No mesmo espaço, mas dia 23, pelas 21h30, vai decorrer o quinto Encontro de cidadania: a urgência da cidadania europeia. as atividades que compõem o programa da Semana da Europa servem para sensibilizar e consciencializar os cidadãos para a urgência da defesa intransigente dos direitos humanos, explicou José Rocha, presidente da associação para a Promoção e Defesa dos Direitos dos Cidadãos, citado pelo Correio do Minho. No atual contexto de grave crise que a Europa e, particularmente, Portugal atravessam, torna-se cada vez mais urgente a afirmação dos direitos humanos, sublinhou José Rocha. armando Osório, presidente da delegação de Braga da Cruz Vermelha Portuguesa referiu que a defesa dos mais vulneráveis é um dos propósitos da organização, e que com uma Europa em crise, as populações mais desprotegidas são as que mais sofrem.