Para motivar uma reflexão sobre a necessidade de criar uma nova cultura de água, que permita um desenvolvimento justo e uma gestão sustentável dos recursos hídricos, será apresentado, em Lisboa, o projeto MOM a – Mulheres e Água em Moçambique
Para motivar uma reflexão sobre a necessidade de criar uma nova cultura de água, que permita um desenvolvimento justo e uma gestão sustentável dos recursos hídricos, será apresentado, em Lisboa, o projeto MOM a – Mulheres e Água em MoçambiqueO Roca Lisboa Gallery, na capital portuguesa, irá acolher a apresentação do projeto MOM a – Mulheres e Água em Moçambique, na próxima segunda-feira, 22 de abril, às 18h00. O evento nasce da sinergia entre a Fundação We are Water, e o Grupo Género e Água, entidades envolvidas no combate por uma gestão sustentável dos recursos hídricos em todo o planeta, nomeadamente em regiões onde a escassez de água é um dos principais problemas com que as populações se defrontam. Em comunicado, os responsáveis pela iniciativa explicam que este trabalho é desenvolvido através de várias ações destinadas a reduzir os efeitos negativos da falta de recursos hídricos adequados, e adiantam que a Fundação We are Water intervém no desenvolvimento de infraestruturas, nos setores da educação e saúde, contribuindo também para a investigação nas zonas mais carentes do planeta. através do projeto MOMa, desenvolvido em parceria com diversas ONG’s e associações em Portugal, os seus promotores pretendem promover o desenvolvimento de soluções integradas e sustentáveis nas comunidades locais, tendo em vista o acesso a água potável e de irrigação, construir sete poços de água e formar mulheres em torno da gestão ambiental.