Embora tenha mais de mil voluntários inscritos, o pelouro de ação Social da Câmara de Coimbra precisa de mais colaboradores para responder às crescentes solicitações das famílias em dificuldade
Embora tenha mais de mil voluntários inscritos, o pelouro de ação Social da Câmara de Coimbra precisa de mais colaboradores para responder às crescentes solicitações das famílias em dificuldadeO Banco de Voluntariado de Coimbra conta com mais de mil voluntários, mas o pelouro de ação Social da Câmara considera que são necessários mais, para dar resposta às crescentes solicitações de pessoas em situação economicamente frágil. Por esse motivo, o Conselho Local de ação Social da Câmara de Coimbra pretende fomentar a adesão de um maior número de munícipes ao projeto.
até ao momento, temos registo de 1. 182 voluntários e 53 instituições inscritas no Banco de Voluntários da Câmara, disse Maria João Castelo Branco, responsável pela ação social e família no município, revelando que em 2012 se inscreveram 172 novos voluntários. além do Banco de Voluntariado, o município coordena e dinamiza o Banco de ajudas Técnicas, e o Banco de Recursos (UBaÚ).
Dos 162 apoios solicitados, aos parceiros, pelo Banco de ajudas Técnicas, durante o ano passado, 154 foram satisfeitos, conclui um documento divulgado na última terça-feira, 26 de março, pelo pelouro de ação Social da Câmara de Coimbra, no qual também é destacado que as maiores necessidades de ajudas técnicas se relacionam com camas articuladas, colchões anti-escaras e cadeiras de rodas.
Visando apoiar, através da disponibilização de bens materiais, famílias residentes no concelho, que, em determinado momento, se encontrem numa situação de desfavorecimento socioeconómico, o UBaÚ apoiou, em 2012, mais de seis dezenas de agregados familiares.
a procura é muito superior aos bens disponíveis no UBaÚ, visto que a quantidade de bens é condicionado pelos donativos dos cidadãos do concelho de Coimbra, sendo estes, às vezes, reduzidos e inconstantes, salienta o relatório adiantando que eletrodomésticos e mobiliário, desde camas e colchões a sofás, são os bens mais solicitados.