a Fundação Calouste Gulbenkian foi selecionada como entidade gestora em Portugal de fundos destinados às Organizações Não Governamentais, dando assim origem a um programa que irá contribuir para fortalecer a sociedade civil e o progresso da justiça social
a Fundação Calouste Gulbenkian foi selecionada como entidade gestora em Portugal de fundos destinados às Organizações Não Governamentais, dando assim origem a um programa que irá contribuir para fortalecer a sociedade civil e o progresso da justiça social a Fundação Calouste Gulbenkian apresenta esta sexta-feira, 22 de março, o Programa Cidadania ativa/EE a Grants, destinado a apoiar as Organizações Não Governamentais (ONG) portuguesas. a iniciativa irá contribuir para o fortalecimento da sociedade civil portuguesa e o progresso da justiça social, democracia e desenvolvimento sustentável.
O programa dispõe de um montante total no valor de 5,8 milhões de euros, atribuídos pela Islândia, Liechtenstein e Noruega, sendo a Fundação Calouste Gulbenkian a entidade gestora e operadora do fundo em Portugal, informa a plataforma Impulso Positivo.
O fundo tem como objetivo contribuir para redução das disparidades económicas e sociais entre os países europeus. Os apoios serão concedidos através de concursos periódicos e os projetos serão financiados a 90 por cento. a sessão de apresentação decorre até às 17h30 no auditório 2 da Fundação Calouste Gulbenkian.