Um tatuador de Chaves está a ajudar as famílias mais carenciadas do concelho fazendo tatuagens em troca de alimentos para doar à Cruz Vermelha. Cada cliente tem de entregar seis bens de primeira necessidade
Um tatuador de Chaves está a ajudar as famílias mais carenciadas do concelho fazendo tatuagens em troca de alimentos para doar à Cruz Vermelha. Cada cliente tem de entregar seis bens de primeira necessidade Sensibilizado com as notícias sobre o desemprego, a fome e a crise, Ivo Alves, de 25 anos, decidiu pôr mãos à obra e ajudar as famílias mais carenciadas do concelho de Chaves. Proprietário de uma loja de tatuagens, criou a campanha Tatualimenta, que consiste na oferta de tatuagens em troca de alimentos. Durante o mês de março, em troca de uma tatuagem com uma área máxima de nove centímetros, os clientes têm de entregar seis bens de primeira necessidade como arroz, massa, leite ou enlatados com prazo de validade alargado que, posteriormente, serão distribuídos pela delegação de Chaves da Cruz Vermelha Portuguesa. Sempre que vejo notícias nas televisões, o desemprego, a fome e a crise são temas dominantes, por isso, resolvi fazer algo de útil para ajudar a sociedade, afirmou o jovem à agência Lusa, realçando que todas as pessoas, numa dada altura da sua vida, passaram por dificuldades e, certamente, gostariam de ser ajudadas.