Por vezes parece-nos que a irritação, a paixão e o zelo são atitudes justificáveis, quando afinal, não passam de faltas de paciência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *