Jesus tem algo de muito particular que o distingue de todos os outros profetas do passado; quando fala, é Deus que fala
Jesus tem algo de muito particular que o distingue de todos os outros profetas do passado; quando fala, é Deus que falaao ouvirem estas palavras, todos, na sinagoga, se encheram de furor. (Lucas 4:28)MeditaçãoPobre Jesus: mal começou o seu ministério e já há quem o queira matar! Certo, as pessoas ainda não o conhecem e, como tal, será preciso tempo para que compreendam a sua mensagem e missão, incluindo os seus discípulos. Porém, para muitos Ele será somente mais um profeta, extraordinário sem dúvida, que faz discursos chocantes e milagres fabulosos, mas nada mais do que um profeta. Poucos serão os que chegarão a reconhecê-lo e acreditar nele como sendo o Messias, o Filho de Deus. Embora seja um profeta, Jesus tem algo de muito particular que o distingue de todos os outros profetas do passado, incluindo João Batista: todos eles transmitiam ao povo de Israel as mensagens de Deus. De certa forma, eram como que carteiros de Deus, ou seja, limitavam-se simplesmente a transmitir a mensagem de Deus ao povo. Mas quando Jesus fala, é Deus que fala. Ou seja, Jesus é a própria Palavra de Deus e, como tal, Deus não precisa de mais mensageiros, porque relaciona-se pessoalmente com o povo. Jesus fala não só com palavras, mas sobretudo com obras, com atos concretos de amor e serviço, mostrando às pessoas a verdadeira identidade de Deus. Dado que somos dos que acreditam nele, também nós devemos ser Palavra de Deus viva e ativa, ou seja, a nossa vida deve falar de Deus aos outros. açãoSou consciente da minha missão de profeta?