Reitor agradeceu o carinho especial que o Papa dedicou ao Santuário e à mensagem de Fátima. E destacou o amor de Bento XVI à Igreja, quer no exercício do seu pontificado, quer na decisão de abandonar o cargo, quando se sentiu sem forças para continuar
Reitor agradeceu o carinho especial que o Papa dedicou ao Santuário e à mensagem de Fátima. E destacou o amor de Bento XVI à Igreja, quer no exercício do seu pontificado, quer na decisão de abandonar o cargo, quando se sentiu sem forças para continuar a basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, onde há três anos Bento XVI rezou junto aos túmulos dos videntes, encheu-se de fiéis esta quinta-feira, 28 de fevereiro, para uma missa de ação de graças pelo pontificado do Papa, no último dia do seu ministério pontifício. Na homilia, o padre Carlos Cabecinhas, reitor do Santuário, realçou a atenção que o Sumo Pontífice sempre deu às aparições da Cova da Iria e convidou a Igreja a viver o atual momento com gratidão e confiança. Gratidão pelo grande dom que Bento XVI é para a Igreja e para o nosso mundo; e confiança na promessa de Jesus Cristo, segundo a qual as forças do mal não prevalecerão, e confiança no Espírito de Deus que continuamente conduz a Igreja, afirmou o sacerdote, pedindo aos fiéis que continuem a rezar pelas intenções do Santo Padre, sobretudo neste processo de escolha do novo pontífice. Estabelecendo a analogia entre a missão que Jesus Cristo confiou ao apóstolo Pedro e o ministério de Bento XVI, Carlos Cabecinhas sublinhou que o gesto surpreendente de renúncia de Joseph Ratzinger foi animado pelo seu inquestionável amor à Igreja. Por amor à Igreja, aceitou assumir o peso e a responsabilidade inerentes à missão como Papa; por amor à Igreja, decidiu resignar por sentir não ter forças para continuar a exercer essa missão. Da passagem de Bento XVI por Fátima, em 2010, o reitor recordou as palavras que o Papa proferiu, quer no Santuário, quer em Roma, depois da peregrinação. Caracterizou Fátima como escola de fé e de esperança, de caridade e de serviço aos irmãos e salientou a atualidade da mensagem, chamando a atenção para a importância dos apelos de Nossa Senhora neste lugar, disse Carlos Cabecinhas. O Papa Bento XVI, de 85 anos, anunciou a resignação devido à idade avançada, durante um consistório no Vaticano, a 11 de fevereiro. Esta quarta-feira, cumpre o último dia de pontificado. ao final da tarde, deixa a cidade do Vaticano e vai para Castel Gandolfo, onde ficará a viver temporariamente e proferirá as últimas palavras antes de passar a Papa emérito. O novo Pontífice será escolhido até final do mês de março.