a região norte do país será palco de uma conferência que pretende dar maior voz aos Municípios europeus na adoção de políticas que permitam alcançar a justiça social, a inclusão económica, a redução da pobreza e o desenvolvimento sustentável
a região norte do país será palco de uma conferência que pretende dar maior voz aos Municípios europeus na adoção de políticas que permitam alcançar a justiça social, a inclusão económica, a redução da pobreza e o desenvolvimento sustentávelRespostas Locais a Desafios Globais. Este é o nome de uma conferência internacional, promovida pelo Instituto Marquês de Valle de Flôr, e a Câmara Municipal da Maia, que vai decorrer no próximo dia 6 de março, a partir das 09h45, no Fórum da Maia. O colóquio, inserido no projeto Go Local: Por uma Cidade Sustentável cofinanciado pela Comissão Europeia e apoiado pela Cooperação Portuguesa, procura projetar a voz dos municípios europeus na adoção de políticas coerentes, de forma a alcançar a justiça social, a inclusão económica, a redução da pobreza e o desenvolvimento sustentável. a iniciativa será uma oportunidade para analisar os novos desafios locais, nacionais e internacionais como as altas taxas de desemprego, constrangimentos financeiros e fortes pressões demográficas, sociais e ambientais, informam os responsáveis pela conferência em comunicado. No documento pode ler-se que as respostas às grandes questões que afetam o quotidiano da população que reside nas cidades portuguesas não pode estar dissociada das realidades mundiais. Num mundo interdependente é necessário reforçar as parcerias globais para o desenvolvimento, cabendo a todos os cidadãos a prossecução de compromissos assumidos a nível internacional. Embora livre, a entrada é sujeita a inscrição, e os interessados podem fazê-la online. O Instituto Marquês de Valle de Flôr é uma organização não governamental para o desenvolvimento, com mais de 60 anos de atividade na promoção da cooperação.