ao entregarem no ano passado a sua declaração de IRS, os contribuintes portugueses consignaram mais de sete milhões de euros a 986 instituições sociais
ao entregarem no ano passado a sua declaração de IRS, os contribuintes portugueses consignaram mais de sete milhões de euros a 986 instituições sociaisEm 2012, os contribuintes portugueses doaram, através da declaração de IRS, mais de sete milhões de euros a 986 instituições sociais, tendo a assistência Médica Internacional (aMI) recebido quatro por cento do total. Também o número de contribuintes que opta por consignar parte do IRS a entidades sociais aumentou de 11 mil, em 2004, para 233 mil no ano passado. Segundo uma nota divulgada pela aMI na última semana, a verba canalizada através do IRS permitiu financiar dois dos seus 12 equipamentos sociais de apoio à população desfavorecida. a assistência Médica Internacional adianta que desde que esta opção foi criada, o número de entidades autorizadas a receber 0,5 por cento do IRS dos contribuintes tem aumentado de forma significativa, passando de oito instituições, em 2004, para 986, em 2012. No comunicado, a aMI informa que a sua missão de emergência vai continuar em Portugal devido ao número crescente de pedidos de ajuda recebidos nos equipamentos sociais da organização.