a amizade é um dos maiores dons que podemos oferecer a alguém, começando pela nossa família. O amor ao próximo permanece como um dos maiores desafios a nós cristãos
a amizade é um dos maiores dons que podemos oferecer a alguém, começando pela nossa família. O amor ao próximo permanece como um dos maiores desafios a nós cristãosE o rei dir-lhes-á em resposta: Em verdade vos digo: sempre que fizestes isto a um destes meus irmãos mais pequeninos, a Mim mesmo o fizestes. (Mateus 25:40) Meditação Estas palavras de Jesus são muito parecidas com as que Ele disse sobre o amor ao próximo: ama o próximo como a ti mesmo. Se acredito verdadeiramente que Deus está em mim, devo também acreditar que Ele está nos outros. Mas é mais fácil falar do que pôr em prática estas palavras. Num mundo onde cada vez mais somos tentados a valorizar mais as coisas do que as pessoas, o amor ao próximo permanece como um dos maiores desafios a nós cristãos. De facto, somos convidados a imitar Jesus, sobretudo no modo como partilhamos com os outros os dons que temos. Por vezes, ouvimos falar de pessoas abandonadas, sobretudo idosos, ou pessoas que vivem sem esperança ou gosto pela vida, precisamente porque não têm com quem a partilhar. a amizade é um dos maiores dons que podemos oferecer a alguém, começando pela nossa família. Jesus era também amigo de muita gente, a quem dedicava parte do seu tempo, não obstante fosse muito famoso. Para ele, o mais importante era ajudar as pessoas a serem felizes. Se amamos o próximo como a nós, estaremos fazendo precisamente o mesmo. Mais ainda: se cada pessoa amasse o próximo como a si mesmo, este nosso mundo seria completamente diferente! Certo, podemos não ser capazes de mudar o mundo inteiro, mas podemos e devemos mudar o mundo à nossa volta. ação Consigo ver Deus nos outros? Ou acredito num Deus perdido nas nuvens ou fechado num tabernáculo?