acordo histórico entre o governo e os rebeldes parece estar em perigo. Sri Lanka em disputa pela partilha dos quase três mil milhões de dólares de ajuda humanitária.
acordo histórico entre o governo e os rebeldes parece estar em perigo. Sri Lanka em disputa pela partilha dos quase três mil milhões de dólares de ajuda humanitária. O principal partido muçulmano do Sri Lanka anunciou o boicote do acordo de partilha de ajuda a que chegaram ontem, 26 de Junho, o governo e os rebeldes. O acordo é visto por muitos como uma preparação para voltar à mesa das negociações de paz.
O partido Congresso Muçulmano do Sri Lanka (CMSL) afirma ter sido ignorado na negociação do acordo, apesar da sua importância na região em guerra. Pedem que seja revisto o mecanismo comum de distribuição dos quase três mil milhões de ajuda motivada pelo tsunami. Só no Sri Lanka contam-se 31 mortos devido à catástrofe natural.
Na opinião de muitos analistas as objecções levantadas pelos muçulmanos, que representam 7,5 porcento da população, podem colocar o acordo em risco. Também o partido marxista está descontente, tendo recentemente abandonado o governo em controvérsia com o presidente Chandrika Kumaratunga.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *