após uma longa e nada proveitosa noite de trabalho os discípulos estão na margem do lago de Genesaré e colocam ordem no material usado durante a noite para a pesca. Não estão sós, porque uma grande multidão se aglomera em torno de Jesus
após uma longa e nada proveitosa noite de trabalho os discípulos estão na margem do lago de Genesaré e colocam ordem no material usado durante a noite para a pesca. Não estão sós, porque uma grande multidão se aglomera em torno de JesusO Evangelho não diz nada se Jesus estivera ou não naquela noite infrutuosa com os discípulos. apenas informa que há uma multidão a rodear Jesus. Perante esta situação Jesus, como bom mestre, sobe para um barco que lhe serve de palco para falar à multidão, que O escuta de bom grado. Também não sabemos o que Jesus disse nem qual foi a reação da multidão. Lucas refere estes dados apenas como contexto para aquilo que se vai seguir. afastar-se após ter falado à multidão Jesus convida Pedro para se fazer ao largo e lançar as redes para a pesca. aquele pedido do Mestre deve ter feito estremecer Pedro. Naquela noite tivera que aceitar regressar a terra sem ter pescado nada. E agora aparece-lhe um filho de carpinteiro a dar ordens de lançar, àquela hora, as redes. Quantos pensamentos terão vindo à cabeça de Pedro. a nossa vida também é marcada por momentos de fracasso, onde, por mais que coloquemos todo o empenho, parece que nada sai bem. Jesus parece ter uma resposta para esses momentos: em vez do desespero, o convite é saber afastar-se, saber fazer-se ao largo, ir para águas mais profundas, à procura de outros caminhos. assim, nos momentos de fracasso, não desista, mas vá para outras águas à procura de novos peixes. Ousar Mas já que o dizes… , eis o ponto que inverte a situação. Do total fracasso passa-se à abundância incrível. O ponto de partida e fundamental é a obediência à palavra de Jesus. Pedro, apesar da sua experiência como pescador, apesar do fracasso da noite anterior, ousa obedecer ao apelo de Jesus, faz-se ao largo, lança as redes e o milagre acontece. Muitas vezes as propostas de Deus parecem-nos uma loucura total. Na nossa lógica não fazem qualquer sentido, porém, quando ousamos colocar-nos nas mãos de Deus os milagres acontecem. O Evangelho está cheio de exemplos, mas a nossa história também. Basta pensar nas obras que tantos santos e santas realizaram. Não tenhamos medo de ousar confiar em Deus, a sua palavra é o caminho certo para alcançar a abundância de vida. Reconhecer-se pequeno a pesca tornou-se surpreendentemente abundante ao ponto que foi preciso pedir reforços para poder trazer para a terra todo o peixe pescado naquela hora. Quem sabe a alegria e o orgulho que Pedro sentiu por ter confiado nas palavras do Mestre. No entanto, Pedro vai mais além. ao ver o sucedido, sente-se pequeno perante tamanho Mestre. O evangelista recorda que o medo se apoderara de Pedro e companheiros. O medo é um inimigo que corrói e impede de confiar em Deus. Os nossos medos desviam-nos muitas vezes da obediência à palavra do Mestre. Pedro reconhece-se pequeno, e esta atitude pode ser vista como positiva, mas também tem um aspeto negativo. Pedro sentiu-se pequeno porque teve medo de não conseguir confiar mais. assim, mais confiança e menos medo. Pescadores de homens O episódio conclui-se com o convite a não temer, a retirar o medo e tudo o que impede colocar a confiança em Deus. É o ponto de partida para a missão: serás pescador de homens. De agora em diante, Pedro e os seus companheiros deverão aprender o que significa ser pescador de homens.