Campanha de Natal conseguiu 2049 presentes solidários para população de países lusófonos. apesar da queda de donativos numa altura em que os portugueses enfrentam várias dificuldades, o coordenador da iniciativa considera admirável a adesão das pessoas
Campanha de Natal conseguiu 2049 presentes solidários para população de países lusófonos. apesar da queda de donativos numa altura em que os portugueses enfrentam várias dificuldades, o coordenador da iniciativa considera admirável a adesão das pessoas a Fundação Fé e Cooperação (FEC) recolheu 2049 presentes solidários na sua última campanha de Natal, um número inferior aos 3229 de 2011. Foram mais de 500 pessoas a participar nesta campanha, o que não deixa de ser surpreendente. acima de tudo, fazem-nos acreditar que o desenvolvimento global justo e fraterno é uma meta ao nosso alcance, destaca Emanuel Oliveira, coordenador da campanha, em declarações publicadas na plataforma online da FEC.
O leite em pó representou mais de um terço dos presentes (712) e destina-se ao Centro Nutricional do Centro Social Nossa Senhora de Fátima’, situado no município de Manjacaze, Moçambique, servindo 540 crianças até aos cinco anos de idade. a organização não governamental de cooperação para o desenvolvimento apresentou, em 2012, um catálogo de dádivas composto por dez novos presentes, entre os quais uma Bicicleta para Moçambique e uma Maleta de Parteira para angola. a iniciativa natalícia vai beneficiar também comunidades carenciadas de Portugal, Guiné-Bissau, Timor-Leste, São Tomé e Príncipe, Brasil e Cabo Verde, em áreas como a educação, a saúde e as infraestruturas. Para ajudar a promover o comércio local, os Presentes Solidários serão comprados em cada país, com o apoio da sociedade portuguesa e o contributo de parceiros no terreno, como a Cáritas de angola, o Grupo Missão Mundo ou a associação Portuguesa de Solidariedade Mãos Unidas Padre Damião.