é nos momentos de aflição que se destacam os valores da amizade e da solidariedade, disse o bispo de aveiro, a propósito dos acontecimentos imprevistos e dos desastres naturais que afetaram pessoas em Portugal e um pouco por todo o globo
é nos momentos de aflição que se destacam os valores da amizade e da solidariedade, disse o bispo de aveiro, a propósito dos acontecimentos imprevistos e dos desastres naturais que afetaram pessoas em Portugal e um pouco por todo o globoNos últimos dias, os acidentes que aconteceram no mundo e em Portugal, têm feito a população sofrer, mas é nos momentos mais críticos que mais se agiganta o valor da amizade, o testemunho da fé e a grandeza do serviço generoso e gratuito, pronto e decidido a favor dos que mais sofrem, refere antónio Francisco dos Santos, bispo de aveiro, numa nota pastoral divulgada esta semana. No documento, intitulado Presença e Comunhão, o prelado agradece aos voluntários do bem e da boa vontade, e às associações e diversas instituições, que acorrem em momentos de sofrimento e de dificuldades junto das pessoas que deles precisam. Em alguns casos vemos vítimas inocentes ofendidas pelo ódio ou destruídas pela inveja e pela vingança, noutros casos são os acontecimentos inesperados, os acidentes surpreendentes ou os desastres naturais que arrastam vidas e destroem bens conseguidos com o suor sofrido de tantos anos e de muitas gerações, lamenta o bispo. antónio Francisco dos Santos faz referência aos prejuízos causados pelas recentes intempéries que também afetaram o espaço geográfico e social da diocese de aveiro, e que desfizeram bens e empobreceram famílias e instituições, que neste momento estão com despesas inesperadas e acrescidas a juntar ao peso doloroso de situações já anteriormente difíceis.