a família Missionária da Consolata (FMC) vai realizar a sua 23º peregrinação a Fátima.
é já no dia 16 de fevereiro, dia litúrgico do beato José allamano, fundador dos Missionários e das Missionárias da Consolata.
a família Missionária da Consolata (FMC) vai realizar a sua 23º peregrinação a Fátima.
é já no dia 16 de fevereiro, dia litúrgico do beato José allamano, fundador dos Missionários e das Missionárias da Consolata. Será mais uma vez um encontro de tantos amigos, ligados pela mesma causa, para fortalecer e animar a fé no seu dinamismo missionário. O tema da peregrinação – Feliz quem acredita – centra-se naquela que é a mestra e o amparo da fé dos cristãos, a Virgem Maria. Esperam-se cerca de 9. 000 pessoas de todo o país para honrar Nossa Senhora, celebrar o beato allamano e fazer uma ponte entre Portugal e a Costa do Marfim. De facto, o projeto anual que a Consolata apadrinhou e propõe aos seus amigos e benfeitores, para 2013, relaciona-se com a Costa do Marfim, onde trabalham 15 dos seus missionários. Presidirá à celebração o padre João Nascimento que trabalha precisamente nesse país africano. Do programa, além da celebração da Eucaristia, às 15h30, na basílica da Santíssima Trindade, consta uma oração e um espetáculo no momento do acolhimento dos peregrinos, seguindo-se uma visita ao Museu de arte Sacra e Etnologia, onde se poderá apreciar uma exposição fotográfica, dedicada às mulheres do carvão da Costa do Marfim, da autoria de ana Paula Ribeiro, fotojornalista na Fátima Missionária. Os peregrinos poderão ainda participar, por grupos organizados, numa via-sacra de características missionárias a caminho dos Valinhos. Tudo terminará às 17h00 com a procissão para a Capelinha das aparições, a consagração e o canto do adeus à Virgem. a peregrinação será uma ótima ocasião para a oração, o convívio e o conhecimento da realidade missionária da Igreja, sendo convidados especiais os jovens dos centros missionários da Consolata em Portugal, que terão, no dia 15, às 23h00 horas, uma vigília missionária.