Religiosas partem esta segunda-feira para Maputo, onde vão abrir um campo de missão. a comunidade de origem portuguesa, da qual as missionárias fazem parte, está também presente no Brasil
Religiosas partem esta segunda-feira para Maputo, onde vão abrir um campo de missão. a comunidade de origem portuguesa, da qual as missionárias fazem parte, está também presente no BrasilPalmira Pires, portuguesa de 58 anos, e Márcia Silva, brasileira de 28, ambas Missionárias da Boa Nova, partem esta segunda-feira, 21 de janeiro, para Moçambique. O objetivo é abrir um campo de missão em Maputo, informa um comunicado enviado à agência Ecclesia. as Missionárias da Boa Nova, atualmente com dez elementos, têm comunidades em Portugal e no estado brasileiro do Maranhão, onde dão apoio à organização da comunidade, assim como a movimentos sociais.
além das sessões de catequese, liturgia, e assistência aos doentes, o trabalho das religiosas no Brasil compreende um projeto educacional de crianças e adolescentes que pretende afastar os menores da vida da rua, revela a página da comunidade. as Missionárias da Boa Nova estão também a assinalar os seus 50 anos. O jubileu teve início a 13 de outubro, com uma missa celebrada na capela do Seminário de Cucujães, concelho de Oliveira de azeméis, presidida pelo superior geral dos Sociedade dos Missionários da Boa Nova.