Manuel Pelino ordenou ontem três diáconos e um padre, numa eucaristia onde apelou ao reforço da oração dos católicos
Manuel Pelino ordenou ontem três diáconos e um padre, numa eucaristia onde apelou ao reforço da oração dos católicosManuel Pelino, bispo de Santarém, ordenou domingo, 6 de janeiro, três diáconos e um padre. Ser cristão é pôr-se a caminho, é sair de si mesmo, frisou Manuel Pelino, numa missa que decorreu na Igreja de Santa Clara, na cidade de Santarém. a noite continua a cobrir a terra e a escuridão os povos, lamentou, acrescentado que a desconfiança fecha as pessoas no seu mundo próprio, a autossuficiência ilude e paralisa, enquanto que o cansaço ameaça a procura de caminhos novos e empobrece a esperança. Para o bispo de Santarém, a urgência da evangelização e os muitos programas pastorais podem levar a sociedade a cair num ativismo sem tempo ou disposição para cultivar a dimensão contemplativa da vida. Durante a sua homilia, Manuel Pelino salientou também o papel exercido pelos seminários de São José e dos Olivais, do Patriarcado de Lisboa, e de almada, da diocese de Setúbal, para a formação dos três diáconos e do padre.