O sacerdote mais velho de Portugal morreu esta quarta-feira. O funeral, que se realizará amanhã, vai decorrer sob a presidência do cardeal-patriarca de Lisboa
O sacerdote mais velho de Portugal morreu esta quarta-feira. O funeral, que se realizará amanhã, vai decorrer sob a presidência do cardeal-patriarca de LisboaJosé amaro Teixeira, sacerdote de 101 anos, morreu esta quarta-feira, 2 de janeiro, na Casa Sacerdotal de Lisboa, anunciou o Patriarcado. Ordenado a 6 de abril de 1935, o sacerdote mais idoso de Portugal nasceu a 19 de agosto de 1911, em Belmonte, na diocese da Guarda. O funeral realiza-se quinta-feira, às 12h00, na Casa Sacerdotal em Lisboa, numa celebração presidida por José Policarpo, cardeal-patriarca de Lisboa. Entre outras funções, José amaro Teixeira foi diretor espiritual no Seminário de almada; vice-reitor do Seminário dos Olivais; pároco de S. Mamede, em Lisboa; governador na diocese na ausência do prelado, durante o Concílio Vaticano II; vigário episcopal; vigário geral-adjunto; foi nomeado pelo Papa capelão da Santa Sé (monsenhor) em 1991, e foi juiz do Tribunal Patriarcal.