O missionário Luís Tomás deixará, em breve, de ser o superior provincial dos Missionários da Consolata, em Portugal.
O missionário Luís Tomás deixará, em breve, de ser o superior provincial dos Missionários da Consolata, em Portugal. Foi uma das últimas aparições públicas do missionário da Consolata Luís Tomás, enquanto superior da província portuguesa do Instituto Missionário da Consolata. Tal como o Capítulo Geral, que nomeou recentemente a nova direcção para reger as linhas de orientação do Instituto no mundo, também a província portuguesa elegerá em finais de Junho um novo superior provincial.
Depois do exercício de seis anos no cargo, Luís Tomás despediu-se dos amigos da Consolata (aMC) na assembleia Geral, realizada no último fim de semana. Em jeito de balanço, este missionário salientou, no encontro, que “vou tocado, enriquecido” com as “expressões de amizade, solidariedade” que sentiu durante os anos em que foi superior provincial, por parte do grupo que ali se encontrava, bem como de outros com quem se cruzou noutras situações e que são amigos da Consolata.
Luís Tomás agradeceu a “missionaridade” e a “fidelidade” destes amigos ao Instituto, certo que este apoio vai continuar com o seu sucessor. Tal como já havia dito noutras ocasiões “os aMC são os nossos (do Instituto) olhos, as nossas mãos”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *