Sobe de tom a violência no Nepal. Mais de uma centena de civis são alvo de uma mina que explodiu por baixo de um autocarro. O governo apelida os rebeldes de terroristas.
Sobe de tom a violência no Nepal. Mais de uma centena de civis são alvo de uma mina que explodiu por baixo de um autocarro. O governo apelida os rebeldes de terroristas. Uma mina explodiu mesmo por baixo de um autocarro completamente cheio no sul de Nepal, 38 passageiros perderam a vida e 72 ficaram feridos. é um dos piores ataques a civis desde o início o início da rebelião Maoí­sta em 1996.
Os rebeldes, cujo objectivo é derrubarem a monarquia e estabelecer o governo do partido comunista, geralmente não atacam civis, mas os oficiais do exército afirmam que a mina foi instalada pelos rebeldes. “O autocarro pisou uma mina plantada pelos terroristas”, afirmou um oficial do exército, referindo-se aos maoí­stas. “O lugar está cheio de sangue, há membros espalhados por todo o lado. até agora temos 38 corpos. Muitas mulheres e crianças perderam a vida”, continuou o oficial.
alguns dos feridos mais graves foram evacuados por helicóptero para Kathmandu e outros tratados no hospital local. ” a segurança foi aumentada na zona e foi lançada uma extensiva busca dos terroristas”, clarificou um oficial do exército.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *