as primeiras palavras que uma criança aprende são normalmente mamã, papá, mas há excepções.
as primeiras palavras que uma criança aprende são normalmente mamã, papá, mas há excepções. a Igreja da Consolata em Nairobi tem como vizinho o alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados. Todos os dias se reúne uma pequena multidão de refugiados à porta do Comissariado e todos os dias a maior parte deles nada recebem nem sequer esperança.
Dado que a Igreja está tão perto muitos dos desiludidos dirigem-se a nós a pedir a ajuda que as Nações Unidas lhes negam. é um rosário de lamentações às quais também nós não podemos dar solução.
Ultimamente tem-me feito impressão um pai com uma criança ao colo que à noitinha aqui se apresenta pedindo esmola. ainda não vi a mãe da criança. O que me impressiona é que o menino, que ainda mal sabe falar, interpela todas as pessoas de quem o pai se aproxima, repetindo sempre e só uma palavra: “Chakula, chakula”! que significa: “Comida, comida”!
Pode ser que tenha sido o pai a ensinar o bebé a pedir, mas a espontaneidade e insistência do pequenino levam-me a crer que de facto a chakula é a sua grande ânsia, uma palavra que dá melhores frutos que a preciosa exclamação: “mamã, papá”! é pena, mas é verdade!
Jesus transformou-se em pão vivo, mas neste mundo de Deus ainda há muito quem não encontre o pão de cada dia até mesmo para uma inocente criança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *