O gado está a morrer e as pessoas desnutridas. Para os próximos seis meses são necessárias cinco mil toneladas de ajuda alimentar.
O gado está a morrer e as pessoas desnutridas. Para os próximos seis meses são necessárias cinco mil toneladas de ajuda alimentar. Para responder às necessidades alimentares de 47 mil pessoas afectadas pela seca, nos próximos seis meses, são necessárias cinco mil toneladas de ajuda alimentar. Entre os necessitados contam-se 9. 500 crianças, segundo dados revelados por organizações humanitárias.
Três anos consecutivos sem chover provocaram a morte generalizada de gado e a diminuição significativa da produção de leite, criando graves problemas em Djibouti.
a 27 de abril, as Nações Unidas (ONU) lançaram um apelo para reunir sete milhões de euros, para fornecer água e comida aos afectados pela seca. Umas 50 mil cabeças de gado requerem cuidados veterinários e comida para três meses. Registou-se entretanto a queda de fortes chuvadas, contribuindo para uma melhoria precária.
a agência da ONU para assuntos humanitários adiantou que o governo de Djibouti precisa de ajuda para fazer face aos desastres climatéricos. ” a criação de uma reserva alimentar de emergência faz parte de um programa de longo prazo, que deverá ser acompanhado de informação relativa ao mercado animal. Deste modo será possível regular o fluxo de animais vivos nas tradicionais rotas comerciais”, esclareceu a agência da ONU.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *