Termina hoje, 15 de Maio, em São Paulo, Brasil, o XI Capítulo geral dos Missionários da Consolata.
Termina hoje, 15 de Maio, em São Paulo, Brasil, o XI Capítulo geral dos Missionários da Consolata. Coube a São Paulo acolher fora de Itália, depois de Nairobi, Quénia, o Capítulo que elegeu a nova direcção geral (na foto, da esquerda para a direita: Lopez Vazquez, Stefano Carmerlengo, aquileo Fiorentini, antónio Fernandes e Mathew Ouma) com maior expressão internacional na história do Instituto. Pela primeira vez o superior geral não é italiano e, ainda pela primeira vez, regista-se a presença de um missionário africano ” queniano ” na direcção geral. é também uma direcção muito jovem: o mais idoso é o superior geral, com 56 anos; e o mais jovem, antónio Fernandes, com 37.
O novo superior geral para os próximos seis anos é o brasileiro aquileo Fiorentini, nascido em Tucunduva, Rio Grande do Sul. Estudou filosofia em São Paulo, teologia em Roma, missiologia na “Gregoriana” e espiritualidade no instituto “Teresianum”. ainda em Roma, licenciou-se na Universidade Pontifí­cia Salesiana, em psicologia. De 1984 a 1987, foi missionário em Moçambique. Em seguida, foi nomeado formador e ecónomo do seminário filosófico de Curitiba, no Brasil. De 1999 a 2005, foi conselheiro geral.
aquileo Fiorentini será coadjuvado pelos missionários: Stefano Camerlengo, vice superior, italiano, missionário no Congo, Francisco Lopez Vazquez, espanhol, missionário na Coreia do Sul, antónio Manuel Fernandes, português, missionário no Brasil e Mathew Ouma, queniano e missionário no Quénia.
Com mais de 100 anos de história, o Instituto da Consolata foi fundado pelo beato José allamano, em 29 de Janeiro de 1901, em Turim, Itália. Depois da aprovação das constituições em 1923, foi reconhecido e agregado a “Propaganda Fide”, organismo que então, de Roma, dirigia os territórios de missão.
Seguindo as orientações do seu Fundador, os missionários da Consolata contribuí­ram para tornar autónomas as Igrejas que fundaram. Fazem parte do seu método de evangelização, aprovado pela Santa Sé, os dois princípios ditados pelo beato José allamano já em 1901: a promoção humana aliada à evangelização. Um milhar de missionários operam em 22 países de quatro continentes: Europa, África, américa e Ásia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *