De 9 a 16 de Maio realiza-se em atenas, na Grécia, a Conferência Mundial sobre a Missão.
De 9 a 16 de Maio realiza-se em atenas, na Grécia, a Conferência Mundial sobre a Missão. Convocada pela Comissão para a Missão e Evangelização (CME), do Conselho Ecuménico das Igrejas (CEI), é a primeira Conferência que tem lugar num país de maioria ortodoxa.

O tema da Conferência – “Vem Espírito Santo cura e reconcilia! Chamados em Cristo a ser comunidades que curam e reconciliam” – propõe às diferentes Igrejas, reunidas à volta de Cristo e da sua Palavra, que descubram lugares de regeneração e de reunificação.

a delegação da Igreja católica tem características novas em relação à última Conferência, que teve lugar, em 1996, Em Salvador da Baía, Brasil, segundo refere a agência Misna. além de ter duplicado o número de delegados da delegação católica, estes foram nomeados oficialmente pelo Conselho Pontifício para a Unidade dos Cristãos e são chefiados pelo próprio secretário, o bispo Brian Farrel.

a mesma agência informa que fazem parte da delegação representantes da Cúria romana, de institutos missionários, de faculdades de teologia, assim como leigos comprometidos em actividades missionárias.

Na Conferência do Brasil mais de 600 representantes de 60 países, onde os católicos presentes eram apenas 11 e a título de observadores, foi discutida a relação entre o evangelho e as culturas. Em atenas vão tratar-se temas sobre papel das Igrejas em casos de conflitos, “ministérios de reconciliação”, e itinerários que favoreçam o perdão e a cura das memórias.

Será afrontado o perigo de que as próprias comunidades cristãs possam de algum modo, em vez de contribuir para a reconciliação, ser factor de hostilidades. Vão procurar encontrar os remédios e os instrumentos necessários para uma vigilância constante sobre os próprios comportamentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *