Candidato da oposição do Togo não aceita os resultados das eleições de Domingo, 24 de abril. Intensificam-se os confrontos entre os apoiantes da oposição e as forças de segurança.
Candidato da oposição do Togo não aceita os resultados das eleições de Domingo, 24 de abril. Intensificam-se os confrontos entre os apoiantes da oposição e as forças de segurança. O candidato da oposição, Emmanuel akitani-Bob, derrotado nas eleições presidenciais de 24 de abril, convocou os seus apoiantes. “Povo do Togo, falo-vos como vosso presidente. Nós não perdemos as eleições. Se for necessário lutaremos, arriscando a nossa própria vida”, disse à imprensa da capital do Togo, Lomé.

Os confrontos entre os seus apoiantes e as forças de segurança continuam. O número de vítimas da violência é ainda incerto, embora fontes hospitalares afirmem que já houve, pelo menos, onze mortos e mais de uma centena de feridos. Por seu lado, fontes próximas da oposição falam em mais de 40 vítimas mortais.

Recorde-se que Faure Gnassingbé, candidato do poder, foi declarado vencedor destas eleições presidenciais, com 60,22 por cento dos votos, segundo a Comissão Eleitoral Nacional Independente. Presidente do partido no poder, Faure Gnassingbé sucedeu a seu pai, o general Gnassingbé Eyadema, após a sua morte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *