O novo governo do Equador prepara reformas no sistema judicial do país. Missão da Organização dos Estados americanos presente para investigar a demissão do governo e consolidar os processos democráticos.
O novo governo do Equador prepara reformas no sistema judicial do país. Missão da Organização dos Estados americanos presente para investigar a demissão do governo e consolidar os processos democráticos. Por grande maioria o congresso do Equador votou a anulação do tribunal constitucional e eleitoral.começou também o trabalho na elaboração do projecto de lei que estabelecerá o novo supremo tribunal de justiça. Buscam assim eliminar as reformas feitas pelo anterior presidente Lúcio Gutiérrez que levaram aos protestos e à demissão do chefe de estado.

Enquanto se espera a aprovação da nova lei pelo parlamento, o porta-voz do congresso Wilfredo Lucero pediu aos partidos que, de acordo com a própria constituição, indiquem os nomes dos candidatos para os tribunais.

Entretanto uma missão da Organização dos Estados americanos (OEa) chegou ao país e permanecerá até ao dia 30 de abril para investigar as causas da demissão de Gutiérrez e consolidar a democracia em Quito.

a delegação é encabeçada pelo presidente interino da OEa, Luigi Euinaudi, e inclui representantes das Honduras, do Chile, do Peru, da Guiana, do México, da Venezuela e dos Estados Unidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *