a Síria retirou as suas tropas do Líbano, dando cumprimento à resolução das Nações Unidas, que têm agora a missão de verificar a retirada.
a Síria retirou as suas tropas do Líbano, dando cumprimento à resolução das Nações Unidas, que têm agora a missão de verificar a retirada. a Síria retirou finalmente as suas tropas do Líbano, como previsto na resolução 1559 das Nações Unidas (ONU), que impunha a retirada até 30 de abril. Os últimos soldados sírios abandonaram o país, depois de uma cerimónia militar na base aérea de Riyyak, no Vale de Bekaa. Chegou ao fim uma ocupação que durou 30 anos.

a retirada foi acelerada depois da manifestação popular pacífica, de Fevereiro (ver foto), como protesto contra o assassínio do ex-primeiro-ministro, Rafik Hariri, e de outras 20 pessoas. a oposição libanesa e grande parte da opinião pública acusaram Damasco de estar por detrás deste ataque. Seguiu-se uma intensa pressão internacional, que levou a ONU a exigir a retirada da Síria.

as tropas de Damasco entraram no Líbano um ano depois do início da guerra civil, para pôr fim ao conflito que durou até 1990. após esta data, o governo sírio manteve no território libanês uma operação de protecção militar e Política, que envolveu mais de 14 mil militares.

a missão da ONU vai continuar presente no Líbano e o secretário-geral Kofi annan vai pronunciar-se sobre a situação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *