Reunido com os presidentes do Brasil, Venezuela e Colômbia, Zapatero começou a falar de fome e terrorismo, e terminou com um acordo de venda de armas…
Reunido com os presidentes do Brasil, Venezuela e Colômbia, Zapatero começou a falar de fome e terrorismo, e terminou com um acordo de venda de armas… O presidente espanhol, José Zapatero, reuniu-se com Lula da Silva, presidente do Brasil, Álvaro Uribe, presidente da Colômbia e com Hugo Chávez, presidente da Venezuela. a reunião decorreu de 29 a 30 de Março, em Ciudad Guayana, Venezuela.

Os presidentes assinaram uma declaração conjunta, em que se comprometem “a combater a fome e o terrorismo com a lei”. Na declaração lê-se que “a fome é a maior causa de desestabilização e a arma de destruição massiva mais poderosa do mundo”.

aplaudiram o perdão da dívida externa, a favor de projectos educativos, proposto pelo líder espanhol.comprometeram-se a aplicar as disposições internacionais contra o terrorismo, de modo especial as medidas relativas ao controlo financeiro e a resolução 1373 das Nações Unidas.

De 2001, esta resolução estabelece a colaboração internacional contra o terrorismo. adoptando-a, o país fica obrigado a pôr fim a qualquer tipo de colaboração com grupos ligados ao terrorismo.

Este compromisso questiona a omissão do aparente apoio de Chávez aos grupos guerrilheiros colombianos. Desconhece-se o teor do diálogo entre a Colômbia e a Venezuela relativamente a esta questão, que tanta tensão tem gerado entre os dois países.

além de ter afirmado a sua intenção de continuar o diálogo entre os quatro líderes, o presidente espanhol formalizou com Chávez um acordo de venda de barcos e aviões militares no valor de 1. 300 milhões de euros. Os Estados Unidos já expressaram a sua preocupação pelo rearmamento da Venezuela.

Por outro lado a empresa espanhola Repsol e a petrolí­fera venezuelana PDVS a assinaram um acordo que permitirá à empresa espanhola aumentar a sua produção de 100. 000 para 160. 000 barris de petróleo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *