De 11 a 13 de Março, meia centena de mulheres e homens, em retiro, em Fátima, inspirados pelo Espírito do Beato José allamano.
De 11 a 13 de Março, meia centena de mulheres e homens, em retiro, em Fátima, inspirados pelo Espírito do Beato José allamano. “Identificamo-nos com o Espírito dos Missionários da Consolata e com a espiritualidade ligada à vida e à dignificação das pessoas”, afirmaram as 50 mulheres e homens que se reuniram em Fátima. Em retiro em casa dos Missionários da Consolata. No silêncio e recolhimento. Para reflectir em tempo de Quaresma. a caminho da Páscoa.

albino Brás, missionário da Consolata, acompanhou o grupo e guiou-o na reflexão para descobrir que “cada um de nós é canal, levando aos outros, na comunidade e na família, o Espírito de José allamano”.

Na caminhada de três dias, de 11 a 13 de Março, evidenciaram “vários motivos de desolação do povo português”. Entre outros, “a falta de confiança nas instituições e nos governos, a falta de valores, e a falta de fé”. Daí­ ressaltam atitudes “fatalistas, de velhos do Restelo e de profetas da desgraça”.

Descobriram no seu caminho marcas da presença de Deus, como a força de uma mãe para “criar quatro filhos sozinha” ou de outra mãe dorida a “aceitar a morte dos filhos e do marido”. animados, “tomamos a cruz e com Cristo recomeçamos a caminhada, afirmam.

Três dias de oração e louvor. De súplica e entrega a Deus. De família em festa. Três irmãs celebraram a vida em dia de aniversário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *