O polémico actor e realizador de cinema Mel Gibson, autor do filme “Paixão de Cristo”, prepara-se, agora, para fazer um filme sobre a história dos três pastorinhos de Fátima.
O polémico actor e realizador de cinema Mel Gibson, autor do filme “Paixão de Cristo”, prepara-se, agora, para fazer um filme sobre a história dos três pastorinhos de Fátima. é a informação que adianta, na sua edição de 7 de Março, o jornal australiano Herald Sun, citado pela agência Lusa.

Na notícia recorda-se que Mel Gibson, norte-americano e católico devoto, deslocou-se no ano passado ao convento do Carmelo, em Coimbra, para mostrar o seu filme “Paixão de Cristo” à última das videntes, a Irmã Lúcia, falecida a 13 de Fevereiro passado.

O diário australiano sublinha que o encontro com a Irmã Lúcia deixou o realizador muito impressionado com o relato que esta lhe fez sobre os acontecimentos das aparições de Fátima.

Com os primos Francisco e Jacinta, Lúcia testemunhou as aparições da Virgem Maria em Fátima, em 1917, e era a única dos três pastorinhos que ouvia as mensagens de Nossa Senhora.

Recorde-se que a posição da Igreja daquele tempo foi pouco entusiasta e, portanto, bastante prudente. Só mais tarde, em 1930, o então bispo de Leiria tornou público, de maneira oficial, que as aparições eram dignas de crédito.

Com o passar dos anos o santuário foi ganhando expressão internacional, sendo hoje um dos santuários com maior afluxo de peregrinos. Para isso tem contribuí­do, certamente, o pontificado de João Paulo II. O papa, até mesmo motivado por circunstâncias que todos conhecemos, tem uma grande devoção a Nossa Senhora de Fátima e encontrou-se, mais de uma vez, com a Irmã Lúcia.

Francisco e Jacinta foram por ele beatificados em 2000. a irmã Lúcia, recordou-nos há dias o padre Luís Kondor, vice-postulador para a canonização dos pastorinhos, tem “todas as condições” para, também ela, ser elevada aos altares para veneração popular.

a possibilidade de realização deste filme de Mel Gibson vai trazer, sem dúvida, ainda mais visibilidade aos acontecimentos de Fátima. E, quem sabe, mais polémica também.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *