a paróquia de algueirão-Mem Martins, da vigararia de Sintra, está a dar os primeiros passos na concretização de um pequeno grupo de acção missionária.
a paróquia de algueirão-Mem Martins, da vigararia de Sintra, está a dar os primeiros passos na concretização de um pequeno grupo de acção missionária. Em agosto passado, sete paroquianos e o pároco estiveram em trabalho missionário em São Tomé e Prí­ncipe, na paróquia das Neves. a iniciativa surgiu de um convite do casal Pais a um conjunto de paroquianos.

O convite foi lançado pela Irmã Júlia, das Irmãs Franciscanas Hospitaleiras, tia da senhora. a equipa procurou apoio para a sua preparação junto da Fundação Evangelização e Culturas, organismo da Conferência Episcopal.

Durante três semanas, estivemos a trabalhar com os professores da escola secundária, das Neves: português, francês e inglês e pedagogia. Igualmente com os alunos nas mesmas áreas.

Fizemos trabalho de formação com os responsáveis de catequese; iniciámos uma equipa de casais de Nossa Senhora e concretizámos um breve curso bí­blico. Tivemos a oportunidade de estar em ritmo de aTL (ocupação de tempos livres), com crianças e adolescentes; trabalhámos na área da costura e lavores, assim como na implementação de uma escola de formadores em informática.

Tivemos ainda contacto directo com os doentes no seu domicí­lio, com intervenção na área de enfermagem; fizemos trabalho pastoral também na cidade de Guadalupe e na paróquia de Santa Catarina.

após o nosso regresso e por iniciativa de Manuel Felí­cio, então bispo auxiliar do Patriarcado, foi transmitida, da igreja de algueirão-Mem Martins, a missa do Dia Mundial das Missões, em Outubro.

Em seguida, o departamento da acção Missionária do Patriarcado, pediu o apoio da paróquia para a realização do 2º Encontro Diocesano de partilha de experiências e fortalecimento dos grupos de acção missionária. O que aconteceu em finais de Janeiro, com a presença de 200 cristãos.

Já anteriormente a paróquia começara, por iniciativa do então prior, antónio Fernando, actual pároco de arroios, um processo de geminação com a paróquia de São José de Mavago, em Lichinga, Moçambique, que estamos a retomar e a incrementar.

Estamos em processo de formação da equipa missionária paroquial. Entre as iniciativas em curso está o apoio à construção de uma igreja em madeira, em Santa Catarina, São Tomé e Prí­ncipe, uma paróquia muito pobre de meios. Se alguém se quiser associar a esta iniciativa é bem-vindo.

Mário Pais, pároco

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *