a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil lançou a 21 de Fevereiro, na sua sede em Brasí­lia, o Centro de Fé e Política Dom Hélder Câmara.
a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil lançou a 21 de Fevereiro, na sua sede em Brasí­lia, o Centro de Fé e Política Dom Hélder Câmara. a abertura do Centro de Fé e Política Dom Hélder Câmara tem por objectivo “formar políticos para actuarem na sociedade, em todos os níveis, à luz dos princípios da «doutrina social da Igreja”, explica Odilo Pedro Scherer, bispo auxiliar de São Paulo e secretário geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Tem a sua sede em Brasí­lia e conta com o apoio da Universidade Católica de Brasí­lia e da Pontifí­cia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Visa articular iniciativas de formação Política da Igreja católica, já existentes ou a serem organizadas no Brasil.

Como a Política é um campo da missão dos leigos, serão eles os principais destinatários do centro. é um sonho feito realidade, que vem ao encontro do próprio magistério da Igreja, que incentiva os católicos capazes e qualificados para a Política a abraçarem corajosamente esta tarefa como verdadeira missão e como um serviço ao próximo.

Odilo Scherer ressalta que a Igreja aprova e abençoa um tipo de actuação Política que esteja orientada por critérios éticos. E acrescenta, “a Igreja louva e aprecia o trabalho daqueles e daquelas que se empenham na promoção do bem comum e tomam sobre si o peso de cargos públicos, qualificando o exercício da Política como sublime forma de caridade”.

a Igreja, no Brasil, entende que é sua missão evangelizar o mundo da Política e preparar novos líderes para a sociedade. Por isso a CNBB deseja dar o seu contributo para despertar e formar bons políticos, principal objectivo da criação do Centro de Fé e Política Dom Hélder Câmara.

No discurso de inauguração, Geraldo Majella agnelo, arcebispo de São Salvador da Bahia e presidente da CNBB, fez questão de enfatizar que o Centro de Fé e Política Dom Hélder Câmara propõe-se “formar pessoas capazes de colaborar com critérios éticos para a consolidação e o aperfeiçoamento da nossa democracia. ”

Não é por acaso que leva o nome de Hélder Câmara, que foi arcebispo de Recife, e tem um lugar na história da Igreja, no Brasil. Em vida foi exemplo de bom profeta, não somente apontando o futuro, como denunciando as injustiças do presente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *