Cardeal arcebispo de São Paulo acredita no futuro do cristianismo na Europa. é preciso não deixar morrer a boa cepa. Odilo Scherer mostra-se preocupado com a transmissão da fé às novas gerações
Cardeal arcebispo de São Paulo acredita no futuro do cristianismo na Europa. é preciso não deixar morrer a boa cepa. Odilo Scherer mostra-se preocupado com a transmissão da fé às novas geraçõesOs jovens são o rosto jovem da Igreja, afirmou a Fátima Missionária, em Madrid, o cardeal de São Paulo, Odilo Scherer. Os jovens professando a fé, buscando a Igreja, são um testemunho muito bonito que fala por si só ao mundo. a Igreja está interessada nos jovens e Jesus Cristo interessa aos jovens, para dar sentido à vida deles. É muito importante que procuremos envolver os jovens na vida da Igreja, na evangelização. Sem esse envolvimento, existe o perigo de interromper a corrente da transmissão da fé que, de geração em geração, foi transmitida integralmente através do povo que crê. O Evangelho é importante na vida do povo. a nossa esperança é que os jovens casando, formando famílias, vão continuar a fazer o que sempre foi feito, a transmitir o evangelho de maneira espontânea, consciente e valorizando o que temos na nossa Igreja, na nossa fé, explicou o arcebispo de São Paulo, presente em Madrid para tomar parte na JMJ.

Odilo Scherer espera que o Papa encontre muitos jovens e que eles manifestem todo o seu entusiasmo com o Papa. acho que vai ser muito bonito. E acrescenta: Os jovens são sempre jovens, são sempre a geração nova. Para o cardeal eles continuam a aderir à fé, continuam a crer. É um fenómeno, porventura incompreensível para quem achasse que a fé já não é para os nossos tempos. a presença de numerosos jovens em Madrid atesta o contrário. Os jovens continuam a ter que ver com a Igreja, com a fé, com Jesus Cristo. E nós temos que nos esforçar para lhes apresentar a oportunidade para o encontro com Cristo, para um conhecimento maior da fé e da vida da Igreja.

O arcebispo de São Paulo espera que a Europa supere a crise por que está a passar no momento presente e que possa continuar a produzir muitos frutos. Para explicar a sua ideia Odilo Scherrer socorre-se de uma imagem. Imagino que talvez estejamos num Outono. as árvores perdem as folhas e preparam-se para uma nova Primavera. Espero que seja assim com a Igreja, porque a cepa é boa. O passado e a história da Igreja são um património inestimável. Há muita base, muita raiz cristã na Europa. É só não deixar morrer e voltar a mexer com a cepa boa que aqui existe. O cristianismo vai florescer novamente.

numerosa