alta noite produziu-se um grande estrondo e abriu-se a cadeia de par em par
alta noite produziu-se um grande estrondo e abriu-se a cadeia de par em parO carcereiro atirou Paulo e Silvano para a parte mais escura da prisão. Lá pela meia-noite, os dois puseram-se a orar e a cantar hinos ao Senhor, despertando grande curiosidade entre os demais presos. De repente sobreveio um terramoto tão forte que abalou os alicerces da prisão. Escancararam-se todas as portas e quebraram-se as algemas dos os presos. Mas, nenhum deles pensou em fugir.