O Papa recordou os casos de dois sacerdotes mortos em Guiné e Quénia
O Papa recordou os casos de dois sacerdotes mortos em Guiné e QuéniaNa oração do Regina Coeli, Bento XVI lembrou, no domingo, aqueles que perdem a vida em nome do Evangelho, em particular, dois. Joseph Douet, 62 anos, francês, dos Irmãos de São Gabriel, foi assassinado em Kataco, na capela do colégio por ele fundado, e o sacerdote inglês Brian Thorp, da Sociedade missionária de Mill Hill, foi encontrado morto na canónica de sua paróquia em Lamu, na arquidiocese de Mombasa.
O Pontífice pediu aos fiéis orações por novas vocações ao sacerdócio e à vida religiosa, para que aqueles que decidem viver radicalmente o Evangelho, mediante os votos de castidade, pobreza e obediência, sejam sempre mais numerosos . Não esqueçamos que o matrimónio cristão é também uma vocação missionária: os cônjuges são chamados a viver o Evangelho nas suas famílias, no seu trabalho, nas comunidades paroquiais e civis, e em certos casos, oferecem também sua preciosa colaboração na missão ad gentes’, frisou o Santo padre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *