Barricadas, pneus a arder, cortam, desde esta manhã, 5 de Fevereiro, o acesso à capital moçambicana, Maputo. as manifestações já causaram seis feridos
Barricadas, pneus a arder, cortam, desde esta manhã, 5 de Fevereiro, o acesso à capital moçambicana, Maputo. as manifestações já causaram seis feridosViolentas manifestações de populares eclodiram em Maputo contra a entrada em vigor hoje, 5 de Fevereiro, da nova tarifa dos transportes semi-colectivos, os chamados chapa .
É sobretudo nos arredores que milhares de populares ergueram barricadas, queimaram pneus e recorreram a outros meios para cortar os principais acessos rodoviários a Maputo. a polícia está a reagir, disparando para o ar. Tentam dispersar os populares, que se vão sempre agrupando noutros locais erguendo novas barricadas para impedir a circulação rodoviária. Carros e montras são vandalizados.
O primeiro balanço oficial já conta seis feridos devido á reacção policial. Testemunhas oculares falam num morto, que não foi confirmado pelas autoridades.
O chapa é o meio de transporte utilizado pela maioria da população. Uma viagem interurbana custava cinco meticais (14 cêntimos) e passou agora para 7,5 meticais (21 cêntimos). O bilhete de 7,5 meticais passou agora a custar 10 meticais (28 cêntimos).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *