“População tem grandes expectativas nas melhorias concretas da qualidade da sua vida quotidiana”, diz Ban Ki-moon, que pede apoio a longo prazo para o país
“População tem grandes expectativas nas melhorias concretas da qualidade da sua vida quotidiana”, diz Ban Ki-moon, que pede apoio a longo prazo para o paísTimor-Leste enfrenta ainda enormes desafios que exigem o apoio a longo prazo da comunidade internacional ao território, defendeu o secretário-geral das Nações Unidas, no relatório divulgado esta quarta-feira. a população tem grandes expectativas nas melhorias concretas da qualidade da sua vida quotidiana, ainda marcada pela pobreza generalizada e pelo desemprego, concretizou Ban Ki-moon.
O país – o mais jovem desde a sua independência em 2002, depois de mais de 20 anos de ocupação indonésia -, caminha para a normalidade, depois de um ano de 2007 com um processo eleitoral longo, com eleições presidenciais e legislativas. No entanto, as feridas abertas com os confrontos do último ano, por uma alegada disparidade entre os habitantes das regiões oriental e ocidental, resultaram na morte de pelo menos 37 pessoas e na deslocação de 155 mil timorenses – cerca de 15 por cento da população.
Mas este primeiro ano do novo Governo e do Parlamento continua a ser um momento delicado para o país, concluiu o secretário-geral no último relatório ao Conselho de Segurança sobre a Missão Integrada da ONU em Timor-Leste (UNMIT, na sigla inglesa). O documento abrange o período de 21 de agosto de 2007 a 7 de Janeiro de 2008.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *