O Papa defendeu que o futebol sirva como exemplo de honestidade e fraternidade, especialmente para os jovens
O Papa defendeu que o futebol sirva como exemplo de honestidade e fraternidade, especialmente para os jovens Que o jogo de futebol possa ser sempre veículo de educação dos valores de honestidade, solidariedade e fraternidade, especialmente entre as gerações jovens , declarou na saudação aos peregrinos de língua italiana, entre os quais havia uma equipe da série D da liga italiana.
Perante jogadores, representantes de federações de futebol, Bento XVI assinalou as mudanças operadas no ancona, esperando que o exemplo seja seguido. Em Outubro de 2007, a Conferência Episcopal italiana comprou o clube ancona, numa altura em que vários clubes foram condenados por participar de um esquema de manipulação de resultados.
Desde a compra, um novo código de ética foi introduzido no ancona. Ingressos mais baratos foram disponibilizados para famílias, e jogadores que tiveram episódios de mau comportamento receberam punições mais severas. No final da audiência, o Pontífice recebeu uma t-shirt de futebol com o seu nome inscrito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *