Só poderá ser instaurada no mundo uma “ordem de desenvolvimento justa e sustentável” se os homens adoptarem um estilo de vida sóbrio e um compromisso para distribuição equitativa dos recursos
Só poderá ser instaurada no mundo uma “ordem de desenvolvimento justa e sustentável” se os homens adoptarem um estilo de vida sóbrio e um compromisso para distribuição equitativa dos recursosBento XVI advertiu que uma densa névoa envolve as nações e que não se pode afirmar, de facto, que a globalização é sinónimo de ordem mundial . Isto porque os conflitos pela supremacia económica e acesso aos recursos energéticos, hídricos e matérias-primas tornam difícil o trabalho dos que, a todos os níveis, se esforçam por construir um mundo justo e solidário .
Na celebração da Epifânia, no Vaticano, o Pontífice defendeu que é preciso uma esperança maior, que permita preferir o bem comum para todos ao luxo de alguns e à miséria de muitos . E essa grande esperança só pode ser Deus, não um deus qualquer, mas o que possui face humana , aquele que se revelou no Menino de Belém e no Crucificado ressuscitado , acrescentou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *